style="display:inline-block;width:728px;height:90px"
data-ad-client="ca-pub-1308138777538323"
data-ad-slot="9160343451">

ESVAZIE-SE DE SI E ENCHA-SE DE DEUS


Sou esposa, mãe, pastora e serva de Deus. Amo minha vida, meu marido e filhos e sou grata a Deus pelo amor incondicional D'Ele por nós. 

A convite da minha amiga, Amanda Silva, estarei postando uma vez por semana, algumas palavrinhas vindas do coração. A opinião dos leitores é fundamental. Toda crítica construtiva é estimulante, necessária e bem vinda, ok? Que Deus abençoe a nossa jornada.




Foto: Reprodução
A primeira carta aos Coríntios ensina, adverte e até repreende quanto a vários problemas e questões que se levantaram na igreja. A carta era tanto para a igreja de Deus em Corinto, quanto para nós.

"E a família de Cloé disse a Paulo que a igreja estava desenvolvendo um espírito partidário (1ª carta de Paulo aos Coríntios, 11), declarando fidelidade a vários pregadores, criando contendas entre eles. (12).

(Versículos 19-22) A divisão vinha da exaltação da sabedoria humana tanto de judeus como de gregos (21) cada um achava um líder mais sábio que o outro.

Contenda não é de Deus! (Versículo 23).

Falar de Cristo crucificado era loucura e fraqueza para alguns, mas sem a loucura e a fraqueza da crucificação não haveria a sabedoria e o poder da ressurreição e os benefícios dela.

Paulo aponta para a realidade daquele povo, como exemplo para a maneira como Deus age: Deus não escolheu a elite da sociedade. Deus não se apoia na sabedoria, no poder e na nobreza dos homens para executar o seu propósito tanto em Corinto quanto em nós. Por si mesmas as pessoas não conseguem conhecer a Deus, só tem conhecimento verdadeiro através do Espírito Santo.

Reparai na vossa vocação - Quem são os que foram chamados para participar do mistério do evangelho? A igreja de Corinto revela: Você e eu como também as demais pessoas. Não foram escolhidos os sábios muito menos os poderosos. Deus não está atrás de pessoas com chamado, a igreja já está cheia de fies assim. Deus busca os obedientes ao seu chamado e propósitos. Que possam confiar e gloriar Nele e não se corrompam com as coisas desse mundo. “Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos” (Mateus 22, 14).

(1° Coríntios 27,28) Paulo relembra os Coríntios de suas origens simples; a maioria não era inteligente, influente ou rico, mesmo assim Deus os chamou. O chamado não se baseia na sabedoria ou status humano, mas na graça de Deus. 

Deus quer frustrar o orgulho humano, independente da classe social, Ele pretende fazer-nos entender o quanto dependemos D'Ele. Se você quer crescer e expandir sua vida em todos os aspectos precisa depender de Deus.

Qual seria a intenção dessa escolha? A longa frase termina no versículo 29 e aí está a conclusão do pensamento: "Deus age assim para que ninguém se vanglorie em Tua presença."

Todos nós temos potenciais, somos bons, somos líderes, somos pais, empresários, mas a glória será sempre de Deus. Tudo o que temos e somos vem do Senhor. Você já é e será maior, terá méritos, tem potencial em varias áreas, mas isso não pode ser maior do que seu Deus. "Somente tem valor àquilo que, por graça, Ele reveste de valor", (1 Coríntios 1.26-31).

Os sábios, os poderosos em todos os sentidos, de acordo com os valores da sociedade humana, têm necessidade de exaltarem a si mesmos e pretendem ser autossuficientes. Não necessitam de Deus, muito menos crucificado. 

Há uma distorção dos valores reais e, no entender de Paulo, Deus promove uma inversão de valores justamente para mostrar o que tem valor.

Deus escolheu as coisas loucas do mundo (tolas) com a intenção de envergonhar os sábios, isto é, desqualificar os que se engrandecem por sua sabedoria. O mesmo ocorre com as escolhas dos fracos, dos humildes, dos desprezados e dos que não são tais coisas perante a Sociedade. “Quem teme ao homem arma ciladas, mas o que confia no Senhor está seguro”, (Provérbios 29-25).

(1° Coríntios, 28) - Neste confronto, Paulo exalta a graça de Deus: A pessoa que não dispõe de méritos, aos que não se preocupam em ter prestígio na sociedade (os que não são) Deus dá valor. Deus dá uma nova existência, dá-lhes o maior mérito: Serem seus filhos. 

Portanto, os coríntios apenas precisam reparar na sua vocação para compreender a ação de Deus, que está em contradição com a sabedoria e o poder dos homens. Não existe nenhum outro caminho de vida eterna e salvação.

(Jeremias 9 23-24) - “Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar glorie-se nisto: em entender, e em me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço benevolência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.” 

Justamente na maneira humilde, fraca e tola pela qual aconteceu tudo na vida de Jesus (seu nascer, viver e morrer) é que se manifestou a sabedoria de Deus, seu poder que justifica, santifica e redime o homem. 

A pergunta básica deverá ser: Nossa maneira de ser como pessoa hoje é um reflexo claro da ação de Deus por intermédio de Jesus?  (A maneira de Deus é o caminho da humildade e do serviço). 

A mensagem básica da nossa primeira coluna é evangelho puro: Deus procura e valoriza aqueles que se acham insignificantes e dá sentido à sua existência.

A nossa vida deve espelhar a isso e não a vanglória humana. Você é importante, sua vida é o resultado de um propósito na mente de Deus que requer sua existência.

Então use sua autoridade de filho de Deus e vença!


2 Comentarios "ESVAZIE-SE DE SI E ENCHA-SE DE DEUS"

  1. Glória a Deus por esse ensinamento!!!!
    Com toda certeza, estarei aqui uma vez por semana, sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço a sua atenção. O blog terá diariamente palavras vindas do coração. Em breve teremos mais novidades!

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Frase do Dia

"As mais belas frases de amor são ditas no silêncio de um olhar." Paulo Coelho

Total de visitantes